1 – Pratique a Segunda Sem Carne às Segunda-Feiras

Não tem certeza de onde (ou quando) começar? Que tal segunda-feira? Abandonar a carne um dia por semana pode ajudar a tornar a transição um pouco menos intimidante. Esse dia permitirá que você já experimente novos alimentos e reduza seu impacto no planeta. Quanto mais segundas-feiras você tiver sem carne, mais fácil será adicionar mais dias a cada semana.

Temos marmitas fitness congeladas e voltamos a atender com Buffet no almoço. Não tem mais desculpas nos dias atuais para deixarmos para depois a decisão de se tornar Vegane.

Segundas Sem Carne. Projeto mundial criado por Paul McCartney.

2 – Assista Documentários

Estamos em 2020, então a mídia que consumimos tem um grande impacto nas escolhas que fazemos. Documentários são alguns dos mecanismos mais populares para motivar as pessoas a se tornarem veganas. Demorou apenas 15 minutos de “Dominion” para convencer o dono de um café em Idaho a tornar seu negócio vegano. Chamado de “o filme mais assustador já feito”, o filme de 2018 apresenta imagens de câmeras ocultas e revela o “lado negro” da agricultura animal.

“What the Health” de Kip Andersen analisa a ligação entre dieta e doença, e seu documentário de 2014 “Cowspiracy” desvenda as questões ambientais ligadas à pecuária.

Há um documentário com foco vegane para todos os gostos. Você pode começar por esse aqui se desejar.

3 – Leia

Não é um cinéfilo? Um livro instigante pode ser o seu bilhete. “How Not To Die”, de Michael Greger, considera um remédio alimentar. O best-seller do New York Times estuda como a dieta pode causar ou prevenir doenças.

“The China Study” de T. Colin Campbell e Thomas M. Campbell II também destaca os benefícios para a saúde de uma alimentação saudável baseada em vegetais. “Eating Animals”, de Jonathon Safran Foer, examina o que significa comer animais em um mundo moderno e industrializado.

“The Sexual Politics of Meat”, de Carol J. Adams, explora o papel do feminismo nas indústrias de carne, laticínios e ovos. “Gristle: das fazendas à segurança alimentar (pensando duas vezes na carne que comemos)”, de Moby e Miyun Park, abre uma conversa sobre como nossas escolhas alimentares impactam o mundo ao nosso redor, incluindo animais, trabalhadores, saúde pública e o planeta.

Você sabia que aqui no Lar Vegan temos uma lojinha com livros e artigos veganes à venda? Visite o Lar Vegan e conheça. Estamos na Rua Clélia, 278 pertinho do SESC Pompéia.

4 – Apaixone-se Pela Comida

Não há necessidade de passar fome com uma dieta baseada em vegetais. Para cada comida que você amou como não-vegane, você pode fazer ou comprar uma versão sem animais. Invista em alguns livros de receitas alimentados por plantas, como o Diário de uma Vegana da Alana Rox, e manda ver nas receitas e infinitas possibilidades que o veganismo te abre.

Existem também infinitas possibilidades de livros online com receitas fáceis e saborosas, que usam ingredientes acessíveis e te lembram que, muitas das comidas que você consome diariamente, já são veganas. Você irá somente aprender a incrementá-las ainda mais.

Super indicamos também que você invista em uma visita à ume nutricionista. Assim, você terá orientação de um profissional para te indicar alimentos que deve consumir e suas quantidades, listas de compras inteligentes e tudo que você terá que se concentrar, é em desfrutar de uma comida saborosa sem se preocupar se está se nutrindo corretamente ou não.

A relação com a comida de ume vegane é uma das coisas mais transformadoras dessa jornada. Escolher o que colocamos dentro do nosso corpo é um poder que você retoma em suas mãos.

Não deseja cozinhar? Tudo bem também!

Vem para o Lar Vegan que temos almoço todos os dias com diversas opções, além de congelados, pizzas, bolos…

Seja Vegane! Por você. Pelos animais. Pelo planeta. Nenhuma política de sustentabilidade jamais dará certo se não olharmos para esse tema.

5 – Conecte-se com a Comunidade

Cercar-se de pessoas que lhe dão apoio e de pensamento semelhante é uma ótima maneira de se manter motivade durante sua jornada vegana. Hoje em dia, é muito simples ficar online e juntar-se à alguns grupos locais de veganes no Facebook, que são perfeitos para receitas, dicas sobre uma vida vegana e compartilhamento de memes.

Assinar uma publicação baseada em plantas (revistas, nosso Blog aqui do Lar Vegan, etc) é uma ótima maneira de ficar por dentro e ouvir sobre as últimas notícias veganas. Estar conectado com essas comunidades, pode te oferecer lembretes diários sobre por que se tornar vegane é importante para você e como suas escolhas podem ter um efeito cascata, ajudando o planeta e aqueles que o habitam.

Aqui no Lar Vegan, estamos sempre te apresentando infinitas possibilidades para deixar a tua jornada no veganismo ainda mais leve e prazerosa.

Com a quantidade de opções que temos hoje, fica cada vez mais fácil se tornar vegane.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *